Tuesday, 4 August 2009

The hours

Iniciar aquela conversa não foi tão fácil quanto pensou que seria. Quando se está rodeado de pessoas não importa o quão baixo você fale, sempre parecerá que está gritando para o mundo ouvir. As mãos tremiam, o coração disparava, as palavras se escondiam atrás dos pensamentos apressados, os olhos não tinham um ponto fixo. Tentou rapidamente revisar tudo o que tinha ensaiado durante dias: o tom da voz, as pausas para respirar, a análise de toda a situação. O barulho era extremamente irritante. As pessoas, a música, os carros passando na esquina seriam todos vítimas de culpa se algo naquela noite desse errado.
O sorriso dela parecia cansado, mas ainda assim tinha uma simpatia devido as circunstâncias. Ele se sentia um idiota por não ter a facilidade de expressar sentimentos pessoalmente, afinal, já fazia uma hora que estavam sentados ali. O celular tocou, tinha esquecido a torneira aberta. Se não fosse correndo, encontraria a casa alagada de emoções. Resolveu esquecer o ensaio, a peça de teatro e toda a encenação. Levantou e enquanto procurava as chaves do carro pensou alto acidentalmente.

- Não é uma questão de você viver a sua vida ou não. É uma questão de o que você me diz ser verdade ou não, porque eu acho que não é. Não dá pra amar duas pessoas ao mesmo tempo. E não dá pra precisar de duas pessoas ao mesmo tempo. Não dá. Então, por favor decida-se.

Ouviu-se um silêncio. Não havia ninguém ali. Esfregou os olhos e reconheceu a sala de estar. Olhou no relógio. Estava atrasado. A campainha tocou. Era ela.
Iniciar aquela conversa não foi tão fácil quanto pensou que seria. Quando não se está rodeado de pessoas não importa o quão alto você fale, sempre parecerá que ninguém está tentando ouvir.

4 .:

Thay Moony said...

Muito legal esse post. Você escreve muito bem, isso é um dom.
;D

Isadora said...

Pura verdade isso aí. Sempre parece que os outros tão escutando. Talvez isso deixe tudo mais difícil ainda.

Camila said...

falar perto de muita gente, mesmo qe seja baixinhu,realmente é um alvo,
ameei seu blog *--*

J. said...

a lindo o texto, as vezes falar e ninguem esctar e dificil, mas mesmo assim alguem sempre escuta.
bjbj
J.