Sunday, 17 May 2009

Is my heart ruling my mind

A escola ensina que o coração é um músculo involuntário. E durante um certo tempo, eu não entendia muito bem o significado disso tudo. Ele funciona independente da nossa vontade, claro. Mas eu achava que podia conseguir fazê-lo parar de bater.
Com o tempo, eu esqueci dessas idéias loucas de criança. Até que me apareceu alguém. E então, eu tive momentos de tirar o fôlego, experimentei sensações em que meus batimentos chegaram a mil, conheci um sorriso que fez o meu coração bater tão forte que eu nem conseguia ouvir meus pensamentos. E aí sim entendi o que a "involuntariedade" queria dizer.
A gente aprende a falar, pensar, escrever e tomar nossas próprias decisões. Mas tem certas coisas que a escola também deveria ensinar. Como quando a gente se apaixona. E então, perde o controle de tudo.

15 .:

Madaaah said...

Acho que não é tão involutário assim... acredito que podemos evitar nos apaixonar. Só que isso requer desistir de idéias romanticas que estão cravadas tão fundo na nossa mente que nós simplemente achamos mais fácil achar que somos obrigados a amar alguém.

Beeeijos

Becka said...

eles podiam ensinar um POUQUIIIINHO mais sobre isso né ? Mas quem disse que eles também sabem ? :S

;*

another girl said...

concordo com a becka ali em cima, 'quem disse que eles tambem sabem?', e adorei o seu texto! muito bom mesmo!
comecei meu blog hoje, se der passa lá =)

J. said...

Heyy
amei o texto.
se der passa lá no meu blog!


Bjbj

J.

Dayane Oliveira said...

Concordo com você. Ficamos tolos e impotentes.

Natty said...

Ninguém sabe. O amor tem reações diferentes em cada organismo. beijos

cla. said...

aaaah
sou igual a você,se apaixonar por alguem é super involuntário pra mim

Lola said...

Se apaixonar é a coisa mais linda do mundo. Seja por um livro, uma música, uma amiga ou um amor platônico s2.

May said...

Esse "involuntário" é muito mais complexo do que pensamos e aprendemos na escola

M. said...

acho q cada romance é 1 caso. Acho q se vc ñ quiser msm se apaixonar vc ñ vai, + tm alguns outros casos em q ñ dá pra evitar. Qndo se trata do ser humano cada regra tm 10000 exceções (escrevi a palavra certo?) diferentes.

Jéeb said...

Por que toda vez que paro pra ler teus textos sinto como se você me decifrasse? Ah, esqueci. Você sou eu, hahahahaha

M. said...

hey brigada pelo seu comentário! eu quase nunca recebo então quando aparece o unzinho ali é 1 festa. :D

Felizmente, não é física, a matéria é química. E eu acho que os professores são sim mandados pra diretoria porque eu sei bem q esse foi qndo levou a gnt pro lab pq algum mauricinho quebrou alguma coisa. O q me irrita d verdade ñ é nem essa dos profs se acharem é q quando os infelizes (basicamente 87% da minha classe) fazem bagunça, qm paga o parto sou eu e a pquena minoria minúscula e oprimida d 'nerds'

+ e daí né? a gnt vai estudar e recuperar msm?

Vanessa said...

"A gente aprende a falar, pensar, escrever e tomar nossas próprias decisões. Mas tem certas coisas que a escola também deveria ensinar. Como quando a gente se apaixona. E então, perde o controle de tudo."

Não é? Como a gente pode ficar assim tão sucetivel?

Vi seu texto no site! o/
muito bom!!
gostei muito do seu!!
ah e obrigada pelos comentários e pela visita!
amei seu layout!

:*

* - linds madinson ; said...

adorei o seu blog, realmente, concordo acho que alguém devia nos ensinar a lidar com essas situações, o problema, eu acho, é que ninguém sabe lidar direito com uma paixão para que pudessem nos ensinar, afinal, o amor não é uma disciplina!
:*

* - linds madinson ; said...
This comment has been removed by the author.