Sunday, 12 October 2008

You’re looking like you’re looking for something

O seu gostar é dos mais estranhos. Às vezes você parece se importar mesmo não dando a mínima, mesmo evitando demonstrar a real sensação na hora dos 'pratos limpos'. Essa gentileza, você sabe. E eu sei que não é, mesmo quando tenta ser. Mas aí você sorri, da mesma maneira que faz quando algo que você planejou começa a dar certo, e eu fico sem saber se é de você ou pra mim.
Eu jogo seu jogo, eu faço a sua história, eu deito na palma da sua mão e você nem sequer tira o pó do meu dia. Você não percebe, ou não quer perceber. A questão é que nada vai pra frente. Quando você bate na porta, e entra na minha cama sem perguntar.

2 .:

Madaaah said...

Ok, então preciso dizer que esse texto poderia ser mais ou menos a legenda da minha vida. Me identifiquei tanto que deu até medo. hasusahusa

Fiquei muito feliz que você tenha gostado dos meus textos, porque eu amo os seus.! :D

Beeijinhoos.

Thiago said...

Esse texto pareceu tão sincero, mas tão sincero, que parece que não foi escrito por ninguém, mas sim que as palavras decidiram se juntar nessa ordem.

Continua postando, porque mesmo sendo bem pessoal, é bom ver a maneira que você escreve. É diferente de um monte de gente que escreve tentando copiar o estilo de alguém, ou então que escreve sobre amor de um jeito tão piegas que fica chato de ler. Sem contar que os textos ficam parecendo todos iguais :)